sites.

Conheça as principais funcionalidades dos sites institucionais ou e-commerce (lojas virtuais) desenvolvidos pela Noos:

  • Linguagem HTML;

  • Plataforma de pedidos on-line (envio de e-mail de confirmação para o cliente e a loja);*

  • Responsivo (auto-ajustável a diferentes resoluções);

  • Layout ajustável para versão mobile (smartphones);

  • Integração com Google Maps;

  • Integração com Instagram e Facebook;

  • Possibilidade de inserção de cupom de desconto por produto (possibilidade de criação de ofertas por períodos, por produtos específicos ou por segmentos de produtos);*

  • Possibilidade de venda on-line de cartão-presente;*

  • Possibilidade de criar agenda virtual (agendamento de atendimento pelos clientes);

  • Possibilidade de inserção de conteúdo do tipo “blog”;

  • Integração com ferramentas de pagamento on-line (PagSeguro, Mercado Pago ou PayPal);*

  • Integração com ferramenta dos Correios, para cálculo de frete automático.*

* Funcionalidades exclusivas para sites de lojas virtuais.

mock_ipargs.jpg
mock_wedges.jpg
mock_provid.jpg
mock_superdavi.jpg
mock_etcetals.jpg
mock_celso_simioni.jpg
mock_fairplay.jpg

O CENÁRIO DE E-COMMERCE 

De acordo com pesquisa divulgada pela Ebit Nielsen, o comércio eletrônico teve um crescimento de 12% em vendas online no primeiro semestre de 2019. Nos últimos seis meses, esse crescimento representa um faturamento de R$ 26,4 bilhões.

Sobre o volume de pedidos, o primeiro semestre de 2019 para o e-commerce teve um crescimento de 20%, o que representa R$ 65,2 milhões em volume de pedidos. No mesmo período em 2018, esse percentual de crescimento foi de 8%.

A tendência é de crescimento forte no mundo pós coronavírus. As vendas online referentes a março de 2020 cresceram 18% em comparação ao mesmo período de 2019, de acordo com a Ebit/Nielsen. 

O aumento representa um total de R$ 1,41 bilhões movimentados no e-commerce. Em comparação ao ano passado, houve aumento de vendas no setor de Alimentos e Bebidas (33%), Eletrônicos (30%) e Eletrodomésticos (24%). 

De acordo com o levantamento, a opção mais utilizada foi o cartão de crédito, com 59% dos pedidos. Além disso, é seguido pelo boleto bancário, com 21%. Os pagamentos à vista representaram 53%, números que embasam a segurança das transações e a prevenção à inadimplência.

O E-COMMERCE NO BRASIL

O Brasil é o terceiro país que mais faz compras pela internet.

O País lidera ainda o ranking de comércio eletrônico na América Latina, com participação nas compras de 59,1%, enquanto o segundo colocado, México, representa apenas 14,2% do montante. Cerca de 80 milhões dos brasileiros são consumidores de e-commerce.

A inclusão das classes C, D e E tem contribuído com o aumento das vendas. Dos novos compradores nos últimos anos, 61% fazem parte da classe C. Embora os dados evidenciem um cenário favorável do e-commerce no Brasil, ainda há muito potencial para crescimento.

falecomnoos@gmail.com+55 51 99371.5451 +55 51 99212.5964

Stocco e Stocco Consultoria em Marketing LTDA 
CNPJ: 37.471.250/0001-10 

Feito com      por Noos Estúdio Criativo © 2020.